A gestão de resíduos também é parte integrada aos programas de sustentabilidade nos Negócios da Odebrecht. Mais representativos pelos volumes e pela natureza dos resíduos, são os programas realizados na Braskem, na Odebrecht Agroindustrial, na Construtora Norberto Odebrecht, na Odebrecht Engenharia & Construção Internacional e na Odebrecht Óleo e Gás.

A redução e a correta destinação de resíduos fazem parte do macro-objetivo Segurança da Estratégia de Desenvolvimento Sustentável da Braskem. Em 2015, a empresa conquistou seu melhor resultado na redução da geração de resíduos: 32,9 mil toneladas de resíduos sólidos, líquidos e pastosos, redução de 10,3% comparativamente a 2014.

O índice de geração de resíduos foi de 2,01 quilos por tonelada de produto comercializável produzido, resultado 12,6% menor que em 2014 e 8,6% melhor que a meta estabelecida para o período, de 2,20 kg/t. O alcance da meta significou economia de R$ 3,7 milhões em 2015. Desde 2002, o volume gerado apresenta redução acumulada de 65%. Em média, a geração de resíduos da Braskem é 2,2 vezes menor que a média da indústria química no Brasil. G4-EN27Clique e tenha mais informações sobre esse aspecto no Sumário de conteúdo GRI

Na Odebrecht Agroindustrial, a gestão de resíduos é um dos elementos para alcançar a produção mais limpa e atingir a meta de zero resíduo estabelecida para o Plano de Ação da safra 2016/2017. Entre as medidas estão a melhor segregação dos materiais, a capacitação das equipes e desenvolvimento de alternativas para destinação (venda) e reutilização dos materiais não contaminados. A safra 2015/2016, mesmo com aumento de 23% na produção, atingiu redução de 15,0% no volume de resíduos perigosos, em comparação com a safra anterior.

A Construtora Norberto Odebrecht e a Odebrecht Engenharia & Construção Internacional realizam o monitoramento de todos os resíduos gerados com o objetivo de reduzir a geração, favorecer o reúso e reciclagem, e assegurar a correta destinação em cada canteiro de obras. Em 2015 foram reciclados 90% dos resíduos gerados nas obras de engenharia e construção.

A responsabilidade legal pela gestão dos resíduos provenientes das operações atendidas pela Odebrecht Óleo e Gás é de cada Cliente, conforme definem as licenças ambientais. Cabe à empresa monitorar e controlar a separação, o armazenamento e o transporte dos resíduos perigosos e não perigosos provenientes dessas operações. O Sistema de Gestão Ambiental preparado pela Odebrecht Óleo e Gás define a destinação, conforme o tipo de resíduo.

Vazamentos

O vazamento de óleo para o mar é um dos principais riscos identificados nas operações offshore na Odebrecht Óleo e Gás. Por essa razão, o foco prioritário está na prevenção e na manutenção e integridade dos equipamentos e sistemas operacionais. O programa de monitoramento ambiental cumpre um rigoroso protocolo para assegurar a qualidade dos resultados. Em 2015, a empresa não registrou vazamentos significativos. G4-EN24Clique e tenha mais informações sobre esse aspecto no Sumário de conteúdo GRI

“No mundo contemporâneo as empresas precisam dar respostas rápidas e corretas a seus públicos. Nesse ambiente, o jovem é cada vez mais importante. Além disso, ele traz com ele a energia que alimenta a empresa. Ele quer aprender e realizar. Ele movimenta e faz com que todos se movimentem também”

Eduardo VIDIGAL,
Integrante da Odebrecht Agroindustrial

RESÍDUOS, POR TIPO E MÉTODO DE DISPOSIÇÃO (em toneladas)¹ G4-EN23Clique e tenha mais informações sobre esse aspecto no Sumário de conteúdo GRI

Método de disposição Construtora Norberto Odebrecht Engenharia & Construção Óleo e Gás2 Agroindustrial
Resíduos perigosos
Recuperação 0 0 0 186
Coprocessamento 31.631 41.023 1.014 780
Coprocessamento/rerrefino 0 0 1.278 0
Logística reversa ou reciclagem de componentes específicos 14 20 6,15 0
Descontaminação 0 0 2,4 0
Incineração/detonação 450 487 0,1 1
Reciclagem/recondicionamento 0 0 4 237
ETE industrial 0 0 1.466 0
Outros3 0 0 3.430 0
Resíduos não perigosos
Aterro 63.063 227.777 3.386 332
Reciclagem 837.412 1.722.061 130 2.684
Recuperação 0 0 26 434
Coprocessamento 0 0 1 1.193
Compostagem 0 0 0 240
Fonte de combustível 0 0 278 0
Triturados e lançados ao mar 0 0 76 0
Incineração 0 0 0 25
Outros 0 0 0 106

1 - Dados das empresas em que a geração de resíduos decorre do processo produtivo e é significativa. Não são apresentados dados da Braskem porque em 2015 a empresa não contabilizou pesos por método de disposição.
2 - Os resíduos da área de Produção Offshore da Odebrecht Óleo e Gás são gerenciados pelo cliente.
3 - Outros: autoclave; desmercurização térmica a vácuo; coprocessamento de resíduos em fornos rotativos de clínquer para a fabricação de cimento; descontaminação do solo por dessorção térmica e resíduos de saúde (descontaminação/coprocessamento/aterro industrial).
Obs.: na conversão de óleos, foi usado o fator de 900 kg/m3.